FALE COM OS MONARQUISTAS !

FAÇA PARTE DO NOSSO GRUPO NO YAHOO

Inscreva-se em DMB1890
Powered by br.groups.yahoo.com

quinta-feira, 12 de março de 2009

D. TERESA - PRINCESA DE ORLÉANS E BRAGANÇA




Por ocasião da recepção a S.A.I.R. Dona Teresa Teodora de Orléans e Bragança e Dobrzensky de Dobrzenicz (Boulogne-sur-Seine, 18 de junho de 1919 –), princesa de Orléans e Bragança.


É a última filha de D. Pedro de Alcântara de Orléans e Bragança e de sua esposa, a condessa Elisabeth Dobrzensky de Dobrzenicz.


Sua avó paterna foi a princesa D. Isabel do Brasil.


No dia 7 de outubro de 1957, em Sintra, Portugal, ela desposou Ernesto António Maria Martorell y Calderó (1921-1985).
Eles tiveram duas filhas, Elisabeth (1959) e Nuria (1960).

Um comentário:

Pedro Murrone Caldas disse...

Sou a a favor da instauração da monarquia no Brasil. Isso eu notei quando tinha quatorze anos de idade. Lia tudo que se referia ao Império e a Casa de Bragança. Mas uma coisa me deixa triste; o fato dos dois ramos o de Petrópolis e o de Vassouras estarem com vícios politicos. Um é social democrata e o outro tem sua história manchada pelo apoio ao golpe de 64 e ligação com a TFP. Diante disso, deixo o meu desagrado com relação a isso e falo abertamente que um dia se um desses ramos quiserem ascender ao trono do Brasil, este deverá ser livre e todo o vício politico, seja ele qual for. Um rei nao deve tormar partido naquele ou noutra agremiação, ou toda a sua imparcialidade não existirá. Sempre defendi e defenderei que o Parlamento deverá indicar um sucessor ao trono caso a monarquia seja restaurada, este tem autoridade para fazê-lo, não importando se para o fato de daquele ser ou não o herdeiro legítimo da Princesa Isabel e com fé em Deus espero que esse sucessor venha da Princesa Tereza ou da Princesa leopoldina, irmã de dona Isabel do Brasil.